img
img

NÓS AGOSTINIANOS > CARISMA
ServiÇo À Igreja

Agostinho, com toda propriedade, além do título de Doutor da Graça que a Igreja lhe conferiu, bem poderia ser chamado Doutor da Unidade. Ele, de fato, empenhou todas as energias pela unidade da Igreja e para salvar a integridade da fé.
Para ir ao encontro das necessidades da Igreja de seu tempo, sacrificou o desejo de uma vida retirada e quiz que seus companheiros fizessem o mesmo (cf.
Carta 48,2).

A comunidade agostiniana serve à Igreja sobretudo como sinal de unidade, primeiro pela unidade de sua própria comunidade, mestra de interioridade, de busca e encontro com Deus, promotora de comunhão. Serve-a mostrando uma particular devoção e fidelidade à Igreja e aos sumos pontífices, movida também pelo singular intervento da Sé Apostólica na constituição jurídica da Ordem, e pela atividade científica. Finalmente, mas não menos importante, serve-a com zeloza atividade apostólica, ou pastoral, como se preferiria dizer hoje, conforme as urgências das Igrejas Locais e da Igreja Universal.

O religioso Agostiniano, então, bem como a própria comunidade agostiniana, é, segundo o modelo do próprio Agostinho, um filho exemplar da Igreja, e por isso, deve ''sentir'' com a Igreja e estar pronto para socorrê-la em suas necessidades como a uma mãe (cf. Comentário aos Salmos 132). De modo equilibrado, porém. De fato, o Agostiniano não pode somente dedicar-se
à contemplação e evitar o que é pastoralmente útil para o próximo; assim como não pode dedicar-se à atividade pastoral e evitar a contemplação. Assim, se a necessidade não se apresenta, permanece-se na quietude que a caridade da verdade requer, buscando-a (cf.
A cidade de Deus 19,19). Se a necessidade se apresenta, não se abandona o amor pela verdade para não ser privado de sua doçura e ser oprimido pela atividade (cf. A cidade de Deus 19,19).

Ao se falar, porém, de atividade, poder-se-ía, naturalmente, perguntar: que fazem, especificamente, os Agostinianos?
Entre as Ordens religiosas há as que se dedicam a missões ou a escolas etc. A que se dedicam os Agostinianos?
Os Agostinianos, como todas as Ordens de fraternidade apostólica, como são hoje chamados os Mendicantes, não têm uma atividade específica e única. Não é uma atividade que nos caracateriza, é um estilo de vida. Todo e qualquer apostolado é consonante com os Agostinianos, desde que realizado agostinianamente, isto é, desde que respeite os valores fundamentais da vida agostiniana, que já viste precedentemente (interioridade, comunidade, segundo o estilo de Agostinho).

De fato, o apostolado dos Agostinianos pelo mundo afora manifesta-se de várias e abrangentes formas: da catequese à pesquisa científica, de paróquias a universidades, da assistência em capelas às missões, da pregação a publicações, de creches a centros para a terceira idade e centros de recuperação de tóxico-dependentes. A atividade que se assume é condicionada pelas necessidades da Igreja, como emergem de acordo com os tempos e lugares em que são assumidas.
Mas é desenvolvida conforme ao modelo de vida de Agostinho de Hipona.

 

img

centro de promoÇÃO VOCACIONAL - osa
ENCONTRO VOCACIONAL AGOSTINIANO REGIONAL - 10 e 11 DE MARÇO EM SÃO JOSÉ
DO RIO PRETO (SP)

img
img
img

 

 

 

 

 

 

 

img
© OSA Brasil 2009 | 2017
.:: Todos os Direitos Reservados ::.